sábado, 12 de setembro de 2009

QUEM EXPERIMENTOU O TUMMY TUB...


Faz alguns meses fiz um texto sobre a banheira balde. http://dilemasdemamae.blogspot.com/2009/06/tummy-tub-banheira-ou-balde.html. Acabei não comprando, já que ela pode ser usada até os seis meses de idade, e Luiz Otavio já estava com isso na época. Não tive a felicidade de experimentar a Tummy Tub, mas por sorte conheci várias pessoas que tiveram a experiência de usar esta que já virou uma mania entre as mamães.

Minha colega de trabalho, Ana Cristina França, mãe de Juan Francisco de três meses me garantiu que o “baldinho” é uma maravilha: “- ... na hora do banho de balde é hora de relaxar, conto estorinhas e canto bem sem afinação umas músicas e ele ri e adora”.

Então está registrado a Tummy Tub está mais do que aprovada pela mamãe Ana e pelo bebê Juan Francisco. Não só foi aprovada como o pequeno tem dois modelos como vocês podem ver nas fotos.

Aproveitando que estou falando nos dois, aproveito para lhes dar os parabéns por este momento lindo que estão vivendo. Para a felicidade de ambos, papai e mamãe, Juan Francisco é um anjo, colabora até nas madrugadas, maior problema entre os pais. CTRL C e CTRL V nas palavras da Ana: - “E na hora do sono é fantástico, dorme a noite inteira e acorda somente as 7:00 hs +ou-“. Que sortudos vocês.
Agradecimento: Fico muito feliz pela colaboração da Ana que permitiu que eu fizesse uso das fotos do pequeno Juan Francisco. E pelo seu depoimento também. Obrigada.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Nunca digo tchau, sempre até logo...



Tenho a impressão que se eu disser a ele: - “Tchau”. Ele vai entender que estou indo para um passeio e não quero a companhia dele, e não é isso que quero. Deixo bem claro para Luiz Otavio que estou indo trabalhar e que volto logo.


Também sou contra a atitude de sair escondida, acho que deve ser terrível ver o pequeno chorando para ir junto e você ter que deixa-lo, mas acho correto fazê-lo entender que está saindo, mas que volta e é uma separação momentânea. Espero que ele entenda o mais breve possível.


Faz alguns dias que L.O. está reclamando quando, depois de amamentá-lo, o entrego para uma das professoras, mas elas felizmente tiram de letra e ele segue feliz sem olhar para trás.


Coincidindo com o meu modo de pensar esta semana chegou ao meu e-mail uma matéria, sobre este assunto, e por isso resolvi escrever a respeito. A matéria, além de muito interessante fez com que eu me sentisse uma mãe zelosa.


O link para quem quiser dar uma lidinha na matéria é: http://brasil.babycenter.com/baby/desenvolvimento/independencia/